Ao investir, atenção às ciladas da mente 

 o tema do título ‘A arte de pensar claramente’

Quem está no controle da própria vida financeira e faz seus investimentos possui a sensação de controle.

Afinal, sempre pensamos estar fazendo as melhores escolhas para nossa carteira, visando maximizar os ganhos.

No entanto, muitas pessoas não percebem que possuem uma grande vulnerabilidade:

Isso pois elas são capazes de criar grandes armadilhas, caindo nas emoções e vieses cognitivos.

Suas próprias mentes.

É esse tema que o autor suíço Rolf Dobelli aborda no título ‘A arte de pensar claramente’, ao explicar porque erramos ao pensar em certas direções, e como consertar essas falhas de curso.

Seguindo referências de grandes mestres, como Daniel Kahneman, Amos Tversky e Robert Shiller, o autor dá exemplos práticos, fáceis de visualizar em nosso dia a dia.

Por meio dos estudos de finanças comportamentais, ele demonstra algumas das ‘ciladas do pensamento’ mais comuns.

Na Bolsa, uma perda não reconhecida ainda não é uma perda. Portanto, muitos investidores não vendem suas ações, mesmo quando a perspectiva de recuperação é pequena e a probabilidade de declínio na cotação é grande.

- Rolf Dobelli, no livro A Arte de Pensar Claramente

"

"

Além dos ensinamentos sobre nossas ‘armadilhas mentais’, Dobelli comenta sobre a importância de acreditarmos em nosso próprio potencial - na medida certa.

E para ter sucesso nos investimentos, é essencial conhecer o funcionamento de nosso próprio cérebro.

Se você se interessou pelo título ‘A Arte de Pensar Claramente’, te convido a conferir a resenha completa do livro.

É só arrastar pra cima: